Método Follow The Plan: Como aproveitar as informações do plano de ensino para fazer uma aula inovadora

Método Follow The Plan: Como aproveitar as informações do plano de ensino para fazer uma aula inovadora

Refletindo como eu poderia fazer com que meus alunos dessem mais importância ao plano de ensino apresentado no início do semestre, pensei que poderia criar algo em que eles se sentissem parte do plano, pois acredito que eles são peças principais do quebra cabeça mesmo eles não tendo essa consciência. 
.

Antes de falar como eu fiz, proponho uma reflexão: os seus alunos conhecem o plano de ensino? Você apresenta e explica a eles? E você é cobrado por isso? Acredito que sim. E aposto também que você sente que não é fácil fazer isso sem que eles achem isso a maior chatice. 
.

Bom, o meu objetivo nesse método, foi que os estudantes dessem importância ao plano de ensino e começassem a perceber que Planejar algo vai muito além de escrever em um papel, e por analogia fazer uma fotografia do futuro e preparar a câmera, a bateria, o fotógrafo e o ambiente para que essa foto saia com qualidade.

.

Além disso, um problema que sempre identifiquei é que os alunos não se veem como figura principal desse plano. Acham que os itens de Ementa, Objetivos, Metodologia, Recursos dentre outros, são apenas formalidades que o professor faz, apresenta e pronto. Morre ali. 

.

Senti que era necessário dar uma nova roupagem a tudo isso. Assim, criei uma dinâmica chamada #SegueoPlano.

Como funciona:
.

1) Apresente o Plano de Ensino.

Apresenta-se o plano, explicando item por item. Por exemplo: “Os objetivos da disciplina são “…..” e se explica o que é um objetivo: “é a nossa missão que devemos  cumprir até o final desta matéria”. E assim sucessivamente com todos os itens do plano. 

2) Proponha que os alunos elaborem seus próprios planos.

Propõe-se aos alunos que façam um plano próprio, que pode ser vinculado a um plano de vida, ou um plano para a disciplina (na segunda opção, é possível perceber como os alunos veem o curso e a disciplina), utilizando os mesmos itens presentes no Plano de Ensino. Como eu fiz isso? Entreguei papéis em branco e alguns post its para eles produzirem o plano e desenhei no quadro branco, um modelo para eles seguirem (ou não).

3) Colete os resultados.

Como obtive os resultados?  Obtive dois grupos de resultados importantes, pois apliquei o método em duas turmas: a primeira, uma turma de primeiro período, cujo foco era eles pensarem e desenharem um plano ideal para a matéria. A ideia aqui era ver como eles gostariam que fossem as aulas no decorrer do semestre. Os principais resultados foram:

  • Eles aceitam e topam que seja utilizado metodologias ativas e ferramentas tecnológicas no processo da matéria;
  • Eles propuseram atividades, como por exemplo: visitar e conhecer escritórios contábeis como atividade avaliativa;
  • Acreditam que é necessário inovar e ter criatividade durante o processo de ensino e aprendizagem;
  • Preferem atividades práticas a teóricas; acreditam que critérios de avaliação podem ir além de provas escritas. Vejam que maravilha!

O principal aprendizado foi os alunos realmente possuírem uma ideia de como eles querem e preferem aprender. Mas o que acontece muitas da vezes é eles não saberem expressar isso. Mesmo eu perguntando, e pedindo pra eles se manifestar. Com essa dinâmica isso foi possível. 

.

Já a segunda turma, foi uma turma do oitavo período cujo foco era conhecer o Plano deles para sua vida profissional, já que estão na última fase da faculdade. Para essa turma, meu objetivo era saber como eles estavam planejando sua vida profissional ao concluírem a faculdade. Além do mapa, nessa turma pedi que fizessem um avatar utilizando o Dollify, que representassem eles, como futuros profissionais. 

.

Os principais resultados foram:

  • Alguns alunos não desejam trabalhar na área que estão se formando (essa informação me faz refletir os motivos pelos quais isso pode acontecer);
  • Muitos possuem objetivos pontuais de quais competências querem ter e quais objetivos pretendem alcançar;
  • A maioria possuem boa referências de obras e profissionais e acreditam que podem contar com eles em sua caminhada profissional, e
  • Todos possuem uma imagem bem definida de si mesmo. 

.

Para finalizar, o #Segue o Plano, foi um método criado por mim e que me ajudou a compreender muitas coisas de meus estudantes e acredito , pode auxiliar você também, professor.

E ai, ficou interessado em aplicar o método? Se sim, compartilha a experiência comigo. Até o próximo post 😉

Sobre o autor | Website

Sou Gabriela, uma professora apaixonada por tudo que pode ser útil e inovador para o ensino e aprendizagem.Com especialidade em Didática e em Tecnologias da Informação e comunicação, criei o blog para compartilhar minhas experiências e hoje ajudo outros professores a tornar suas aulas em experiências muito mais engajadoras ;)