Mobile Learning: O que é e quais estratégias usar nas aulas remotas

Mobile Learning: O que é e quais estratégias usar nas  aulas remotas

Mobile Learning, traduzindo para o português é o termo para referir- se a aprendizagem móvel, ou seja, aprendizagem que se pode ter em qualquer lugar, a qualquer tempo, baseando- se mobilidade dos dispositivos tecnológicos, da pessoa que está aprendendo ou do conteúdo disponibilizado nas redes.

Essa “mobilidade” é muito real, pelos fato de que nos dias de hoje:

  • Praticamente todas as pessoas, sejam adultos, jovens e crianças possuem no mínimo, um dispositivo móvel que utiliza para se comunicar, entreter, produzir e buscar conteúdos e conhecimento;
  • Praticamente todos os serviços, conteúdos disponíveis na internet estão disponíveis para os dispositivos móveis;
  • As pessoas se movem de um dispositivo para outro. Ora estão na televisão, hora estão no notebook, ora estão no celular, ora estão no tablet.

Assim, porque não aproveitar tais fundamentos e adotar estratégias de Mobile Learning para a sala de aula, física ou virtual, para engajar os estudantes em uma aprendizagem mais significativa? E o melhor: sem deixar eles longe do que eles mais gostam, que é a internet e o celular.

Não podemos deixar de lembrar que em tempos de isolamento social, os únicos recursos que temos são exatamente a internet e os dispositivos, por meio dos quais estamos mantendo a comunicação, tanto com a gestão, quanto com as famílias e com os estudantes.

Tá gostando desse conteúdo? Para aprofundar, veja esse artigo que escrevi e publiquei no Congresso Brasileiro de Informática na Educação em 2017 e

Segue algumas estratégias para utilizar de mobile learning nas aulas remotas:

  • Explore atividades que envolva os estudantes para fazerem fotos, vídeos ou áudios utilizando seus dispositivos móveis. Um diário da quarentena, ou envio de tarefas ou desafios nesses formatos, por exemplo.
  • Utilize os aplicativos de mensagens, para aplicar métodos como Gamificação, Instrução Por Pares ou Webquest
  • Procure por aplicativos ou jogos que envolva sua área de ensino/ matéria ou assunto específico, indique aos alunos e proponha um desafio diário ou semanal envolvendo o recurso.
  • Engaje os estudantes pelo smartphone via aplicativo de mensagens (watsapp, chats de redes sociais, telegram, dentre outros) com enquetes, quizes e desafios de vídeo usando filtros (os do instagram são ótimos. Veja exemplos aqui)
  • Para aulas gravadas ou ao vivo, se possível, prefira plataformas que funcionem também via aplicativo ou que tenha responsividade para não prejudicarem aqueles que não possuem computador em casa.
  • Explore junto com os estudantes recursos úteis para além da sala de aula, como por exemplo, scanner de documentos, saúde e bem estar, exercícios de raciocínio lógico e inteligencia dentre outros.

Gostou das inspirações? Provavelmente você já utiliza ou já utilizou estratégias como essa para engajar seus estudantes. Mesmo assim, salve e use essas dicas, compartilhe com seus amigos educadores e comenta aqui pra gente, como que tem sido suas experiências.

Até o próximo post.

Sobre o autor | Website

Sou Gabriela, uma professora apaixonada por tudo que pode ser útil e inovador para o ensino e aprendizagem.Com especialidade em Didática e em Tecnologias da Informação e comunicação, criei o blog para compartilhar minhas experiências e hoje ajudo outros professores a tornar suas aulas em experiências muito mais engajadoras ;)