Metodologia Ágil SCRUM: Como adaptar e utilizar no ensino.

Metodologia Ágil SCRUM: Como adaptar e utilizar no ensino.

Já pensou que o semestre ou ano letivo é um Projeto com muitas ações e tarefas a serem executadas?

Pensando nisso, preparamos uma série para explorar as Metodologias Ágeis aplicáveis ao ensino, para te ajudar, em colaboração com seus alunos, a planejar e organizar seu aluno letivo para uma melhor disciplina,melhores aulas e melhores experiências de aprendizagem.

Vamos lá?

Começaremos a série Metodologias Ágeis para o Ensino com SCRUM, uma metodologia ágil, baseado em um esporte inglês chamado “Rugby” onde os jogadores de uma equipe ficam empilhados, formando uma muralha. O método ensina que,  para que um projeto dê certo, as pessoas envolvidas precisam trabalhar sempre juntas engajadas no mesmo objetivo.

Fonte da Imagem: https://rugby.ca/en/news/2019/07/leicester-tigers-scrum-coach-to-join-canada-s-rugby-world-cup-staff

O método estabelece três tipos de atores no processo, com os seus respectivos perfis.

  • SCRUM MASTER: É o líder do projeto, o que facilita a comunicação, possibilitando as condições necessárias à execução das tarefas. Importando o método para educação, esse perfil é do Professor. O líder, que direciona e facilita as ações necessárias ao sucesso do projeto. Coloque-se nesse lugar de líder, professor.
  • PRODUCT OWNER: É o cliente. É quem melhor representa os maiores  interessados no projeto. No mundo educacional, podemos comparar com o líder de turma, pois é a pessoa que direciona as demandas e representa todos os colegas. 
  • TEAM: Representado pela equipe de desenvolvimento, ou seja, as pessoas desenvolvedoras do projeto. São as ações dessa equipe que determina o sucesso do projeto.

Com os participantes bem definidos, define-se os SPRINTS, prazos estabelecidos para as equipes (alunos) apresentarem suas tarefas, apresentando os resultados parciais do projeto em questão.

Assim, transforme as datas de entrega de tarefas/trabalhos em ”Sprints”, onde os alunos trabalhem em times, para juntos, assim como no Rugby, alcançarem o objetivo.

As tarefas devem ser bem definidas e claras e devem ser organizadas em uma lista, o PRODUCT BACKLOG. Crie essa lista em colaboração com os alunos e compartilhe com todos. 

Além disso, utiliza- se o Scrum Board, um quadro visual,  que pode ser um painel, um quadro etc. com as tarefas executadas/a executar, indicando o progresso das atividades. Aproveite para criar esse quadro junto com os alunos, explorando a criatividade de todos. 

Fonte da Imagem: https://www.vectorstock.com/royalty-free-vector/scrum-board-concept-with-human-hands-sticking-vector-21280338

Resumindo o método em etapas:

  1. Delineie um projeto com a turma.
  2. Deixe claro quem é quem no projeto. Defina atribuições e distribuição das atividades a serem executadas.
  3. Liste em colaboração com os alunos todas as ações e tarefas necessárias a execução
  4. Defina prazos para conclusão e entrega das ações do projeto.
  5. Crie um quadro visual para acompanhamento das ações atualizando o quadro a cada sprint cumprido.

SCRUM é uma boa possibilidade de incluir os alunos ativamente no processo de ensino-aprendizagem.

Nomeá-los como executores de um projeto, seja para um projeto com objetivo específico ou até mesmo, transformar a matéria em si, em um projeto com várias ações a serem cumpridas (trabalhos, tarefas, avaliações etc.) pode ser uma maneira de promover experiências de aprendizagem muito mais engajadoras.

Vamos experimentar?

Até a próxima!

Sobre o autor | Website

Sou Gabriela, uma professora apaixonada por tudo que pode ser útil e inovador para o ensino e aprendizagem.Com especialidade em Didática e em Tecnologias da Informação e comunicação, criei o blog para compartilhar minhas experiências e hoje ajudo outros professores a tornar suas aulas em experiências muito mais engajadoras ;)